Top dos mais postadores
33 Mensagens - 100%
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

Ver toda a lista

Estatísticas
Temos 2 usuários registradosO último usuário registrado atende pelo nome de campaaaaaaOs nossos membros postaram um total de 32 mensagensem 32 assuntos

Compartilhe
Ir em baixo
Admin
Mensagens : 33
Data de inscrição : 23/11/2018
Ver perfil do usuáriohttp://policiaboe.forumeiros.com

Plano Estratégico de Emergência da BOE

em Sab Nov 24, 2018 1:59 am
PLANO ESTRATÉGICO DE EMERGÊNCIA

1. Objetivos

Estabelecer procedimentos para serem seguidos mediante ao acontecimento de alguma emergência ou acidente.

2. Introdução

Para se prever os riscos, é importante avaliar todas as etapas do processo e os meios de serviço nos batalhões e quartos auxiliares. Devemos ter também pessoas treinadas e capacitadas para controle de tal situação.

3. Definições

Acidente: evento indesejável ou sequência de eventos, causal ou não, do qual resultam danos, perdas e/ou impactos.


Emergência: situação crítica não desejável e inesperada, que representa risco à vida, à segurança e/ou ao meio ambiente, que foge à rotina de trabalho e requer uma intervenção rápida, segura e pautada em procedimentos específicos.

Evacuação de área: saída ordenada de todos os ocupantes de uma área onde está ocorrendo uma emergência para local seguro pré-estabelecido.

Exercício simulado: evento planejado no qual um cenário acidental é simulado para verificação dos procedimentos de resposta e das equipes de atendimento.


Dependências: todo e qualquer ambiente que esteja sob jurisdição de uma pessoa física ou jurídica.

4. Caracterização do Empreendimento

4.1 Características do Departamento de Polícia Suprema:

- 1° Batalhão;
- Batalhão Auxiliar
- Corredor Principal;
- Quartos de Companhias;
- Quartos de Sub-Companhias;
- Salas de Pagamentos e Reuniões.

4.2 Acessos:

- Navegador do Habbo Hotel;
- Teletransporte do Corredor de Companhias;
- Teletransporte do Corredor de Sub-Companhias;
- Teletransporte do Corredor dos Instrutores.



5. Estrutura Organizacional

5.1 Equipe de combate da Emergência

- Comando de Operações Especiais (COE);
- Corregedoria (COR).

Nota: O modelo acima está em ordem hierárquica seguindo do maior, o primeiro, para o menor, o último, que devem agir durante uma emergência.

Nota: O Comando de Operações Especiais é total prioridade em tudo o que é definido como emergência.

6. Acionamento do Plano

  Qualquer policial que evidenciar a ocorrência de quaisquer eventos anormais no batalhão, deve imediatamente comunicar ao Oficial da Guarda sobre o tipo de ocorrência para que o mesmo ao saber da situação tome as medidas de segurança cabíveis.

  O policial responsável deverá dar alerta a todos os policiais do batalhão, avisando-os sobre uma possível iniciação do Plano Emergencial.

7. Tipos de situações e como proceder

7.1 Ataque de Flood

Definição: O flood é definido como a poluição visual provocada por frases criadas e citadas constantemente por usuários mal-intencionados com o objetivo de causar transtornos nas dependências da DPS. O ataque de flood, neste documento, é divido em três níveis, são eles: básico, intermediário e avançado, que devem ser observados atentamente pelo Oficial da Guarda que estiver no comando do batalhão. O Oficial da Guarda deverá seguir os procedimentos de acordo com o tipo de ataque determinado.

7.1.1 Ataque de flood em nível básico

Definição: O ataque de flood em nível básico é aquele em que até três usuários mal-intencionados executam o ataque, sendo controlável pelo Oficial da Guarda no momento.


Procedimentos:

- O Oficial da Guarda, deverá, inicialmente, mutar os indivíduos baderneiros por 10 (dez) minutos;
- Caso o oficial da Guarda não consiga mutar pelo "moderar", deverá utilizar o comando :mute (nome do usuário) para mutar os baterneiros;
- O Oficial da Guarda deverá, por precaução, mutar os usuários mal-intencionados constantemente, deixando salvo o nick dos usuários para facilitar o mute pelo comando :mute (nome do usuário);
- Caso o ataque cesse, o Oficial da Guarda deverá continuar suas atividades normalmente, sem maiores preocupações;
- Caso o ataque ganhe progresso, o Oficial da Guarda deverá iniciar os procedimentos do ataque de flood em nível intermediário.


7.1.2 Ataque de flood em nível intermediário

Definição: O ataque de flood em nível intermediário é aquele em que quatro ou mais usuários mal-intencionados executam o ataque, fugindo um pouco do controle do Oficial da Guarda.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda, deverá, inicialmente, mutar os indivíduos baderneiros por 10 (dez) minutos;
- Caso o oficial da Guarda não consiga mutar pelo "moderar", deverá utilizar o comando :mute (nome do usuário) para mutar os baterneiros;
- O Oficial da Guarda deverá, por precaução, mutar os usuários mal-intencionados constantemente, deixando salvo o nick dos usuários para facilitar o mute pelo comando :mute (nome do usuário);
- O Oficial da Guarda deverá, posteriormente, dar sentido ao batalhão e exigir aos militares que estiverem presentes para mutar/denunciar os infratores;
- Caso o Oficial da Guarda não consiga controlar os usuários mal-intencionados que executam o ataque, deverá acionar um policial da equipe de combate da emergência.
- Caso o ataque cesse, o Oficial da Guarda e o policial da equipe de combate da emergência deverão retornar as suas atividades normalmente, sem maiores preocupações;
- Caso o ataque ganhe progresso, o Oficial da Guarda deverá iniciar os procedimentos do ataque de flood em nível avançado.

7.1.3 Ataque de flood em nível avançado

Definição: O ataque de flood em nível avançado é aquele em que o impedimento está fora do controle do Oficial da Guarda e do policial da equipe de combate a emergência, sendo muitos usuários mal-intencionados executando o ataque simultaneamente. Os procedimentos do ataque de flood em nível avançado só devem ser executados caso todos os outros procedimentos para esse tipo de ataque já tiverem sido feitos, e não tiverem surtido resultados.

Procedimentos:


- O Oficial da Guarda deverá, inicialmente, providenciar a migração para outro batalhão do Departamento de Polícia Suprema;
- Após a migração de batalhão, os procedimentos para o ataque de flood em nível intermediário devem ser repetidos;
- Caso o ataque continue, em níveis incontroláveis, mesmo após a migração de batalhão, o Oficial da Guarda deverá fechar o batalhão e levar todos os militares para o corredor principal, sala de aula ou centro de treinamentos e realizar palestras, aulas ou treinamentos;
- Caso o ataque se encerre ou diminua sua intensidade, as atividades no batalhão devem ser retomadas imediatamente.

7.2 Ataque de movimentação de mobílias


Definição: O ataque de movimentação de mobílias é definido como a movimentação de uma ou mais mobílias do batalhão sem a autorização e a ciência do Oficial da Guarda, não comprometendo a estrutura e a segurança do batalhão utilizado no momento.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá, antes de tudo, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- O Oficial da Guarda deverá dar sentido a todo o batalhão;
- Após o sentido, o Oficial da Guarda deverá pedir aos policiais que possuem direitos para se dirigirem ao corredor principal;
- Caso os movimentos não autorizados se encerrem, o Oficial da Guarda deverá entregar os prints ao Corregedoria da DPS;
- Corregedoria abre investigação.

Nota: Em caso de encerramento do ataque, é obrigatório que todos que possuem direitos retirem-se do local, ficando somente: Policiais sem direitos, Oficial da Guarda e a Equipe de combate da Emergência.

7.3 Ataque total ao batalhão


Definição: O ataque total ao batalhão é definido como a movimentação repentina e constante de mobílias do batalhão, com o objetivo de comprometer e estrutura, integridade e segurança dos batalhões da DPS.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá, antes de tudo, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- O Oficial da Guarda deverá dar sentido a todo o batalhão;
- Após o sentido, deverá ser ordenado, pelo Oficial da Guarda, a evacuação imediata e total do batalhão;
- Caso algum policial insista em permanecer no batalhão que está sendo atacado, poderá ser exonerado permanentemente;
- Durante a evacuação do batalhão, somente os policiais da equipe de combate da emergência, devem permanecer no batalhão;
- O ocorrido deve ser comunicado o quanto antes ao Alto Comando Supremo do Departamento de Polícia Suprema;
- Durante o ataque, o batalhão que estiver sendo atacado deve ser mantido fechado;
- Após a ordem de evacuação ter sido dada, os policiais que insistirem em ficar deverão ser expulsos do batalhão em questão;
- O Oficial da Guarda, durante o ataque, deverá ter no mínimo três provas. Quando o ataque começar, no desenvolvimento, e a conclusão do mesmo. É essencial que o Oficial da Guarda tire print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, assim que a primeira mobília for deslocada;
- Caso o Oficial da Guarda não tire print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, perderá seus direitos e ficará sob observação;
- Após o encerramento do ataque, os prints devem ser repassados a Corregedoria do Departamento de Polícia Suprema;
- Corregedoria abre as investigações.

7.4 Ataque de kikes

Definição: O ataque de kikes é definido como a expulsão não autorizada e constante de policiais nos batalhões da DPS, com o objetivo de causar transtornos ao mesmo. O ataque de kikes, neste documento, é dividido em dois níveis, são eles: básico e avançado, que devem ser observados atentamente pelo Oficial da Guarda em questão. O Oficial da Guarda deverá seguir os procedimentos de acordo com a intensidade do ataque.

7.4.1 Ataque de kikes em nível básico

Definição: O ataque de kikes em nível básico é definido como a expulsão não autorizada de policiais nos batalhões da DPS, havendo uma pausa após o acionamento do Plano Estratégico Emergencial.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá, antes de tudo, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- O Oficial da Guarda deverá dar sentido a todo o batalhão;
- Após o sentido, o Oficial da Guarda deverá pedir aos policiais que possuem direitos para se dirigirem ao corredor principal;
- Caso as expulsões não autorizadas se encerrem, o Oficial da Guarda deverá entregar os prints ao Setor de Inteligência da DPS;
- Corregedoria abre investigação;
- Caso as expulsões não autorizadas não cessem, o Oficial da Guarda deverá iniciar os procedimentos de emergência para o ataque de kikes em nível avançado.

7.4.2 Ataque de kikes em nível avançado

Definição: O ataque de kikes em nível avançado é definido como o avanço da expulsão não autorizada e constante de policiais nos batalhões da DPS, mesmo após o acionamento do Plano Estratégico de Emergência. Os procedimentos para o ataque de kikes em nível avançado só devem ser acionados se mesmo após o acionamento dos procedimentos para o ataque de kikes em nível básico tiverem sido executados, as expulsões não se encerrarem.

Procedimentos:

- Caso já tenham sido executados os procedimentos para o ataque de kikes em nível básico, e as expulsões não autorizadas não cessarem, o Oficial da Guarda deverá providenciar a migração para outro batalhão da DPS;
- Caso não seja possível realizar a migração, o Oficial da Guarda deverá fechar o batalhão e levar todos os militares para o corredor principal, sala de aula ou centro de treinamentos e realizar palestras, aulas ou treinamentos;
- Caso seja realizado a migração e as expulsões não autorizadas continuarem, o Oficial da Guarda deverá tirar, primeiramente, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- Após ter tirado os prints de toda a lista de usuários, podendo ser vista através do comando :chooser, o Oficial da Guarda deverá fechar o batalhão e levar todos os militares para o corredor principal, sala de aula ou centro de treinamentos e realizar palestras, aulas ou treinamentos;
- Caso o ataque se encerre ou diminua sua intensidade, as atividades no batalhão devem ser retomadas imediatamente;
- Caso as expulsões não autorizadas se encerrem, o Oficial da Guarda deverá entregar os prints ao Corregedoria da DPS;
- Corregedoria abre investigação.

7.5 Ataque de mute

Definição: O ataque de mute é definido como a privação do direito de expressão de policiais nos batalhões do Departamento de Polícia Militar de maneira ilegal e sem base para tal feito, podendo ser em apenas um policial, como também em massa, visando causar transtornos ao batalhão em questão. O ataque de mute, neste documento, é dividido em dois níveis, são eles: básico e avançado, que devem ser observados atentamente pelo Oficial da Guarda em questão. O Oficial da Guarda deverá seguir os procedimentos de acordo com a intensidade do ataque.

7.5.1 Ataque de mutes em nível básico


Definição: O ataque de mutes em nível básico, é definido como a privação do direito de expressão de policiais nos batalhões da DPS, de maneira ilegal e sem base para tal feito, havendo uma pausa após o acionamento do Plano Estratégico de Emergência.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá, antes de tudo, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- O Oficial da Guarda deverá dar sentido a todo o batalhão;
- Após o sentido, o Oficial da Guarda deverá pedir aos policiais que possuem direitos para se dirigirem ao corredor principal;
- Caso os mutes não autorizados se encerrem, o Oficial da Guarda deverá entregar os prints a Corregedoria da DPS;
- Corregedoria abre investigação;
- Caso os mutes não autorizados não cessem, o Oficial da Guarda deverá iniciar os procedimentos de emergência para o ataque de mute em nível avançado.

Nota: Antes do acionamento dos procedimentos para o ataque de mutes em nível avançado, o Oficial da Guarda deverá observar se o quarto está silenciado, caso esteja, o mesmo deverá ativar a fala em massa novamente indo em “Preferências”, no canto esquerdo do monitor, e clicar em “Ativar todos”.

Plano Estratégico de Emergência criado por gustavo61304 e revisado por Corregedoria. Todos os direitos reservados.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum